Corra que o frio vem aí

0

Em alguns lugares ele já chegou, em outros ele já está. Não tem como fugir: o inverno uma hora vai te pegar, tal qual o Jason numa sexta-feira treze. E aí nós vamos nos malocando em peças de roupa, cobertores e edredons. A temperatura cai alguns graus e torna-se comum ver alguém se vestindo em camada, praticamente um pavê. Mas não é qualquer pavê. A pessoa vai tirando o que tem no armário, é uma blusinha de manga comprida aqui, um casaco ali, aquilo vai ficando colorido e a pessoa parece um pavê com doce de gelatina colorida que a mãe faz pra servir visita.

O brasileiro não foi feito para o frio assim como um pinguim não foi feito para estar num zoológico em pleno Rio de Janeiro. Nessa época não existe meio termo. Ou fica tudo frio ou tudo abafado, já que o pessoal acha que é realmente uma boa ideia fechar todas as janelas do ônibus.

Como somos um país tropical abençoado por Deus, a gente acha que só existe verão no Brasil. Prova disso são nossos chuveiros. A Gorducha funciona que é uma beleza, cai bastante água, o Alckmin reclama, é uma maravilha. Aí você muda a chavinha para “inverno” e bastam exatos três banhos para que a resistência queime, os fios peguem fogo, e daí a gente sai do inverno e acaba no inferno.

Os entusiastas, aqueles que gostam de “curtir um frio”, falam isso de boca cheia – enrolados no cobertor e tomando chocolate quente. Eu sinceramente acho que você na verdade curte o frio só pra passar calor. Dizer “eu curto frio” enrolado numa coberta é como dizer “eu estou de dieta” enquanto como alface e tomate… num pão com dois hambúrgueres, queijo e molho especial.

As aves migram, os ursos hibernam, e o ser humano é o único que gosta do inverno porque “é a época que o pessoal se veste bem”. E por “se veste bem” querem dizer usar cachecol quando a temperatura baixou dois graus. Esse é o nosso nível de medo do frio. O brasileiro tem tanto pânico de frio que é bater um ventinho que ele sai parecendo um esquimó embalado pra viagem.

Isso sem falar na hora de tomar banho, de trocar de roupa, de sentar na privada, e na rinite, como se passar frio não fosse o suficiente o nariz tem que te lembrar o tempo todo que a temperatura virou. Tem também o fato de que, e desculpem o desabafo de um dono de casa que mora sozinho, nas roupas que não secam no varal. Agora eu vou encerrar porque tá frio, minha mão tá ficando gelada e tá ficasmdo maisz dif~icil de digitar4.