Egito: riqueza que vai além das pirâmides

0

Se fizermos uma lista da população mais conservadora do mundo, com certeza os árabes estarão em um dos primeiros lugares. Mas esse conservadorismo não significa ausência de cultura ou tradição. Os árabes são um dos povos mais antigos do mundo oriental, fizeram história nas navegações, comércio, guerras e descendentes de Maomé, profeta da religião islâmica. Eles adoram festejar e dançar, principalmente. Dançam em casamentos, festas de familiares e eventos tradicionais. Os árabes tem uma cultura tão rica quanto qualquer outro no mundo e habitam diversos países, entre eles, o Egito.


O Egito se localiza no norte da África com cerca de 82 milhões de habitantes, é banhado pelo Mar Mediterrâneo e o Mar Vermelho. Boa parte do ano tem clima quente durante o dia e noites frias. No verão, a temperatura varia até 40ºC entre o dia e a noite. Além das pirâmides, da Esfinge de Gizé e areia, o país tem muito que ensinar aos turistas, como a paciência no trânsito, a jejuar no mês de Ramadã.

Egípcios aguardam início do Iftar, intervalo que permite uma rápida refeição durante o mês sagrado do Ramadã, no Cairo (Egito). Foto: Tara Todras-Whitehill/AP

É o nono mês do calendário lunar arábico, o cidadão árabe jejua durante todo o dia e só come à noite, a primeira refeição é chamada de ifthar. As pessoas mais pobres podem servir-se desta refeição em lugares públicos, aonde é oferecido o alimento noturno e seu início começa com a anunciação dos auto falantes das mesquitas. Curiosamente, é a época que mais se come no Egito, pois as refeições noturnas só terminam de madrugada e a população estoca muitos alimentos em suas casas.

Fanous: lanternas coloridas

Para as crianças árabes, o Ramadã é como se fosse dezembro para os pequenos brasileiros, é costume pelos egípcios lançarem lanternas coloridas, chamada fanous, aos céus. Religiosamente, estas crianças deveriam começar a participar com nove anos, mas a ansiedade é maior, portanto muitas seguem a tradição antes da idade.

Conhecer esse povo e fazer parte desta cultura está ao seu alcance e a AIESEC leva você. São mais de 300 oportunidades de mudar um pouquinho o Egito e mudar muito você. Venha conhecer nossos programas de autoconhecimento e desenvolvimento pelo Brasil à fora.