Apesar de Dia Mundial do Rock, data só é lembrada no Brasil

0

Você sabia que hoje, dia 13 de julho, é comemorado o Dia Mundial do Rock? Mas, curiosamente, a data não tem nada de “mundial”, sendo lembrada só aqui no Brasil. Segundo diversas fontes, a data teve origem com o megaconcerto beneficente Live Aid, realizado no dia 13 de julho de 1985 – há exatos 30 anos.

O evento foi organizado pelo músico irlandês Bob Geldof e o escocês Midge Ure para arrecadar doações para famílias pobres da Etiópia, e reuniu algumas das bandas e nomes mais importantes do rock internacional, como Queen, U2, The Who, Led Zeppelin, Black Sabbath, Dire Straits, David Bowie, Paul McCartney, Eric Clapton, Phil Collins, Elton John, Mick Jagger e BB King.

Os shows principais foram realizados no estádio John F. Kennedy na Filadélfia, EUA, e em Wembley, em Londres, na Inglaterra. Além disso, um número menor de artistas também se apresentou na Rússia, na Austrália e no Japão. No total, os concertos reuniram mais de 200 mil pessoas, e estima-se que eles foram assistidos ao vivo por mais de 1,5 bilhão de telespectadores de mais de 100 países.

Segundo o site MegaCurioso, a ideia de criar o Dia Mundial do Rock foi sugerida por Phil Collins, que inclusive viajou da Inglaterra para os Estados Unidos para participar dos dois concertos, durante o Live Aid, mas não foi levado muito a sério.

A tradição do Brasil começou, segundo o MegaCurioso, quando duas rádios paulistanas dedicadas ao Rock (a 89 FM e a 97 FM) ficaram impressionadas com o megaconcerto na época. Assim, elas decidiram dar ouvidos a Phil Collins e, a partir de então, passaram a celebrar a data anualmente.

Apesar de o Dia Mundial do Rock ser comemorado só aqui no nosso país, a data não deixa de ser uma excelente oportunidade para relembrar alguns dos melhores momentos do Live Aid, o megaconcerto que deu origem à esta curiosa homenagem brasileira.

Informações: MegaCurioso