Adivinhe quem vem para não jantar

0

– Garçom!

– Sim?

– Tem uma comida no meu prato.

– Desculpe, não entendi.

– Meu prato. Eu fiz um pedido e veio cheio de comida.

O garçom alcança o menu.

– Mas a senhora pediu… Um steak tartare com trufas, não foi?

– Foi.

– Pois aí está.

– Sim, mas olha que exagero.

O garçom olha para baixo. Tudo o que vê é um inabitado prato com um solitário steak tartare salpicado com trufas.

– Esse restaurante já foi melhor. Isso aqui é praticamente um prato de bandejão.

– Se a senhora quiser podemos trocar…

– Pelo quê? Se o tartare já veio esse absurdo, você vai trazer o quê? Um prato de feijoada?

– Se a senhora me permite a sugestão, por que a senhora não dá esse prato para aquele menino parado ali na rua olhando pra cá com uma cara de quem comeria esse steak tartare inteirinho?

restaurante-jantar-mulher

A moça olha para fora do restaurante. Comove-se.

– Tadinho! Mas não dá, moço, o menino não sabe nem o que é isso aqui. Imagina, vai ver essa carne e vai pedir pra você passar na chapa. E ainda vai jogar ketchup, mostarda. Se eu falo que tem trufa ele é capaz de perguntar se tem de chocolate branco.

– Se a senhora me permite, eu discordo. Ele tem cara de quem não come faz uma semana.

– Menino, que inveja. Eu tô tentando fazer isso já tem mais de mês e não consigo!

– Eu realmente não sei o que fazer.

– Pega aquele pratinho ali pra mim.

O garçom estende o braço e pega um pequeno prato que estava numa mesinha ao lado. Entrega para a moça. Ela utiliza um garfo e separa uma mísera quantidade. Por cima, coloca uma singela trufa.

– Pronto, pode levar, moço.

O garçom vai em direção ao pratinho.

– Que isso, tá doido? Imagina! Pode levar esse aqui.

Ela entrega o prato grande, com a maior parte da comida intocada.

– Toma.

E puxa o pratinho para perto de si.

– Esse aqui eu vou comer, tô morrendo de fome!